Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Escrita d'Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

Escrita d'Alma

Escrevo como quem abre a sua alma e partilha o melhor do seu ser na companhia dos seres mais maravilhoso os meus animais , Maggie e Fluffy.

13 de Janeiro, 2022

Apesar da impermanência da vida

Apesar da impermanência da vida

Vejo a poesia da vida

Em cada galho da natureza.

 

Apesar da impermanência da vida

Vejo a poesia da vida

Em todos os meus momentos de silêncio na natureza.

 

Apesar da impermanência da vida

Vejo a poesia da vida

No teu sorriso de alegria.

 

Apesar da impermanência da vida

Vejo a poesia da vida

Em cada momento ao teu lado.

 

Com gratidão,

Cátia Santos

 

 

* inspirada pela escritora Sueledy Mortol @filosofia.de.quatro .

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.